JORNET - Jornal Escolar AEJMS

1º CICLO

JORNET - Jornal Escolar AEJMS

Francisco Fanhais canta e encanta na EB Zeca Afonso

Jun/2016 por EB Zeca Afonso



Francisco Fanhais, para além de ter sido um cantor de intervenção e autor de músicas que permaneceram na memória dos portugueses, foi um grande amigo de Zeca Afonso. Deslocou se propositadamente do Alvito até ao Pinhal Novo para se encontrar com os alunos do 4.º ano da EB Zeca Afonso, nos dias 3 e 5 de maio de 2016.

Na companhia de Francisco Fanhais, as horas passaram muito rapidamente e foram escassas para responder às inúmeras questões colocadas pelos alunos. Estes, munidos de curiosidade e absorvidos pelas vivências e memórias de Francisco Fanhais, assistiram a uma fantástica aula de vida.
Ficaram a saber que, apesar de ele nunca ter sido preso, foi perseguido pela Polícia Internacional e de Defesa do Estado (PIDE) por defender os ideais da liberdade e da fraternidade. Foi proibido de cantar e de lecionar. Impedido de trabalhar em Portugal, escreveu a um amigo que estava em França para o ajudar a arranjar trabalho. Não obteve qualquer resposta. Apesar de ter ficado um pouco desiludido com a amizade que julgava existir, não desistiu e decidiu, em 1971, partir para França.
Foi nesse país que Francisco Fanhais se juntou a Zeca Afonso, tendo gravado, também com José Mário Branco e Carlos Correia, a canção “Grândola Vila Morena”, que mais tarde foi uma senha do Movimento das Forças Armadas que derrubou a ditadura.
Para terminar em festa, Francisco Fanhais presenteou os alunos da EB Zeca Afonso com as canções “Grândola Vila Morena” e “Menino do Bairro Negro”.

Entre os vários testemunhos dos alunos, aqui deixamos uma pequena amostra como prova do seu reconhecimento pelas lições de vida dadas por Francisco Fanhais e que certamente não esquecerão.

«Ao entrar na biblioteca da nossa escola, o que me chamou mais a atenção foi estar lá um senhor com uma certa idade. Quando me sentei, vi que havia uma viola. Esse senhor era o Francisco Fanhais. Contou nos que antes do 25 de Abril os portugueses viviam sem liberdade porque havia uma polícia (PIDE) que proibia as pessoas de falarem mal do governo. Se por acaso alguém se atrevesse a falar mal poderia ser preso.» (Juliana Fernandes)

«Foi um orgulho conhecer um cantor que canta tão bem e ser amigo de Zeca Afonso, isso é ainda melhor! Obrigada por tudo o que nos ensinaste.» (Catarina Oliveira)


JORNET - Jornal Escolar AEJMS

 

Top